Arquivo da tag: devincachu

Review #devincachu: incrível

Ano passado eu participei do QConSP e fiquei extremamente surpreso em ver como a Caelum se superou totalmente na produção e organização de um mega evento, foi simplesmente de mais em todos os aspectos. E é claro que sempre fica aquele pensamento e até uma sensação de obrigação de fazer com que o próximo evento aqui no Espírito Santo siga o mesmo padrão de excelência.

E foi exatamente o que aconteceu, não em Vitória, mas em Cachoeiro do Itapemirim – “a cidade do ‘rei’ Roberto Carlos” – no Dev in Cachu 2011. Um evento no interior do estado do Espírito do Santo que não deixou nada a desejar em momento algum, e que, na verdade, se firmou como um grande exemplo de que a união e a força de vontade são mais do que suficientes para fazer com que coisas memoráveis aconteçam. Meus sinceros parabéns a toda a equipe da organização: @agnhesi, @franciscosouza, @isaurarangel, @magnomp, @martinusso, vocês mandaram muito bem, foi de mais.

E claro que o networking foi fantástico também, se você mora em Vitória e ficou de mimimi e não foi já pode começar a se arrepender, você perdeu um evento super irado. Pude reencontrar vários amigos aqui de Vitória, vários outros lá de Cachoeiro mesmo e até alguns (já) conhecidos de Campos (essa galera é super animada, marcam presença em todos os eventos). Também estavam presentes os visitantes Henrique Bastos e Erich Egert, que fizeram apresentações e ficaram a disposição o tempo todo para muito bate-papo e geração de novas ideias.

Eu e o Hackin falamos um pouco sobre nossas experiências nesses mais de 2 anos à frente da Giran: o que não sabíamos que tínhamos que fazer, o que aprendemos, como erramos e aprendemos, como as metodologias ágeis foram muito importantes e quando algumas práticas passaram a ser problemas e não facilitadores (adaptação, pessoal, adaptação sempre). Também foi a primeira vez que falamos em público (agora é a segunda) sobre o novo posicionamento da Giran no mercado de e-commerce com uma solução que vai desde o cenário das lojas tradicionais de e-commerce até as lojas que precisam estar presentes em mobile e-commerce e social e-commerce (esse é um assunto longo e não tem muito sentido falar aqui, em breve terá um novo post sobre isso).

E pra fechar, a nossa palestra: