Netbeans!? Minhas impressões

Como muitos desenvolvedores, eu sou um eclipseiro de carteirinha. Uso o Eclipse profissionalmente desde mais ou menos a versão 2.0, passei pela 2.0.1, 2.0.2, 2.1 e por aí vai até a 3.3.2 de hoje, conhecida como Europa. Mas semana desde a semana passada eu estou utilizando o Netbeans, pois é, emprego novo, projeto em andamento e atrasado, corre corre, enfim, eu não consegui mudar para o Eclipse.

Por toda a minha carreira profissional, obviamente nem tudo foram flores, já utilizei outras IDEs e ferramentas, várias outras e por diversos motivos. Já passei por IntelliJ IDEA (essa é excepcional), JDeveloper (JDevil), JBuilder, BEA Weblogic Workshop (pífio, não estou falando da versão 10 que já é Eclipse, mas sim a 8 e anteriores) e até GEL e JCreator Pro, por mais estranho que pareça nunca havia usado o Netbeans num projeto de produção, pra valer mesmo e com uma equipe utilizando junto comigo.

Então eu nunca tinha usado o Netbeans? Claro que não! Eu adoro usar o Netbeans para fazer um showzinho no final das minha palestras e apresentações, sempre que sobra tempo. Principalmente nas apresentações sobre Introdução ao Java ME, aquele editor visual dele convence todos que ainda estavam em dúvida :D como dizem por aqui, é tiro e queda. Mas nunca foi muito além disso.

Então, hoje já completam duas semanas de uso do Netbeans 6.0.1, que é a última estável. Pois bem, vamos às minhas impressões neste tempo.

O que eu gostei:

  • As fontes da IDE são pequenas. Acho isso muito bom, poupa espaço na área visível para coisas mais importantes. O Eclipse (no windows vista e principalmente no gnome) deixa bastante a desejar nisso.
  • Não está demorando tanto para abrir. Mas ainda não é rápido :)

O que eu não gostei:

  • Não compila automagicamente (um viva ao JDT)
  • Os avisos de erro no projeto (aqueles ícones bonitinhos) ainda não funcionam direito.
  • O ‘Insert Code‘ não é nada sugestivo quando você pensa em gerar getters e setters ou sobrescrever algum método da classe pai.
  • CVS!? O suporte ao CVS é muito fraco. Com certeza é muito melhor que o do JDev e Weblogic Workshop, mas ainda assim é muito ruim, principalmente se você já usou o CVS no Eclipse antes. O merge seria mais legal se a IDE informasse que lado do código é o seu e qual é o remoto, mas isso você tem que adivinhar.
  • O gerenciamento de dependências não é dos melhores. Quando eu precisei adicionar um JAR ao projeto, a IDE me informava no Wizard o caminho completo do JAR no meu disco, apesar de eu ter deixado o JAR dentro do projeto, justamente para que o caminho não ficasse absoluto. Solução? Alterar o nbproject/project.properties na mão para que o caminho ficasse relativo ao projeto.
  • O consumo excessivo do heap ainda é um problema. Ao final de um dia inteiro de trabalho o heap da IDE já passou dos 500Mb fácil fácil.
  • Tinha mais alguma coisa que eu esqueci, assim que lembrar farei um novo relato.

Essas são as minhas impressões das duas primeiras semanas utilizando Netbeans. Um resumo para tudo? Que saudade do Eclipse.


3 comentários sobre “Netbeans!? Minhas impressões

  1. É jeve… já trabalhei com várias IDEs também, incluindo nosso amigo BEA Workshop nas versões 8.x e sabemos que é bem chatinho mecher com aquilo. Agora quanto o Netbeans… o máximo que eu conheço é das palestras dos caras da Sun no STD ;)

    Boa sorte nessa nova caminhada rumo ao sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *