Cariocando

estou aqui no Rio há pouco mais um mês e parece que cheguei aqui ontem, por vários motivos. O primeiro e mais claro é que toda vez que eu escuto alguém falando “mexmo”, “feix” e “doix” dá até agonia, acho que vai ser difícil acostumar com esse sotaque marrento e sinceramente espero não aprende-lo. Outra coisa que sempre acontece quando estou conversando com alguém de Vitória eu ainda escrevo como se eu estivesse lá, sempre esqueço que estou aqui no Rio.

Por outro lado existem algumas coisas que me fazem lembrar imediatamente que estou no Rio, por exemplo a insegurança – estou achando a Barra bem tranquila, mas já vi um assalto – e o trânsito horrível, os motoristas dirigindo feito loucos e por aí vai, felizmente enquanto precisar apenas atravessar uma rua para chegar ao trabalho não irei me preocupar com isso.

Já o trabalho e tudo o mais aqui na globo.com tem sido muito próximo do que o que eu já imaginava, exceto alguns pontos que vão além das minhas expectativas, e isso é bom, muito bom. O ambiente de trabalho é muito descontraído, espaçoso, limpo, claro e repleto de pessoas excepcionais. Com base nas minhas últimas experiências, principalmente o tempo trabalhando em home office, é como se tudo ali fosse pensado e feito para melhorar a interação das equipes e criar um bom ambiente de trabalho. E é claro as experiências com tecnologias diferentes de Java, como por exemplo projetos PHP, iPhone e Rails.

Além disso tudo, trabalhar numa empresa onde todas as equipes são ágeis está sendo uma experiência realmente incrível e muito diferente, estou gostando muito. Todas as práticas de SCRUM e XP são seguidas (não à risca, algumas coisas são adaptadas) e o mais legal é poder praticar TDD sem ser questionado por tempo gasto com testes, com “testes a toa” (sim, já ouvi isso antes) e todas mazelas que costumamos ouvir de gerentes tradicionais, quando na verdade o único questionamento que poderei ouvir é por que não fiz o teste antes.

Bom, por enquanto é isso que posso dizer. Ainda não passeei muito por aqui, mas já conheci alguns lugares clássicos como o Jardim Botânico, o Corcovado num dia de chuva, a Rocinha (só passei em frente) e mais alguns outros lugares.


10 comentários sobre “Cariocando

  1. Este carioquês é difícil de engolir mesmo, mas a razão de você estar aí vale a pena sem sombra de dúvidas.

    A equipe do Webmedia parece ser muito competente, um referência de sucesso para boa parte das equipes, deve ser muito bom mesmo ser parte dela.

  2. É agora o Jeve no RJ \o/

    tempos que não vou para esses lados…

    ps.: se tiver tempo vá conhecer a Região dos Lagos: Cabo Frio, Arraial do Cabo, Buzios; são cidades que eu gosto e recomendo :D

  3. @Marcos
    É verdade, o carioquês é realmente tenso, mas o resto das coisas faz valer a pena

    @Erko
    Valeu pelas dicas, eu estou mesmo pesquisando sobre estes lugares para conhece-los

    @Rafael
    hahahaha pois é Rafa, mas no final do ano todos estarão aqui =D

  4. Legal Jeveaux, espero que vc tenha muito sucesso na Globo.com e seja feliz morando no Rio. Eu tive muita sorte e tive estes dois objetivos atingidos.

    grande abraço,
    Antonio

  5. haha… que legal.
    Cheguei aqui no Rio no início deste mês de Novembro e tb estou aqui na Barra. Realmente achei o trânsito horrível…rs
    E esse sotaque realmente é interessante viu …rsrsrrsrs
    Bom, tb estou meio apreensivo com questão de assalto. Mas é por pouco tempo. Logo quero voltar pra minha cidade Natal e ficar mais próximo da família. Realmente concordo contigo que aqui a galera é muito mais flexível e de cabeça aberta.
    Muito legal.
    Sorte pra gente …rs
    _o/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *